Mundo

Galo a caminho de rinha tenta escapar e fere ‘dono’, que morre em seguida

ANIMAL TINHA LÂMINAS AMARRADAS NAS PERNAS PARA SEREM USADAS NA BRIGA. FOTO: ILUSTRAÇÃO/DREAMSTIME

Um homem morreu após sofrer um corte causado por uma lâmina amarrada nas pernas de um galo que ele levava a uma rinha, no sul da Índia. De acordo com a imprensa local, o animal se debateu e acabou cortando o “dono”, que morreu em seguida.

Não ficou claro em qual região do corpo o homem sofreu os cortes. O “Hindu” diz que ele foi atingido na altura de uma das coxas. Já a emissora norte-americana CNN, atribuindo a uma fonte policial, diz que o corte ocorreu no pescoço. O britânico “Independent” afirma que ele teve a barriga cortada.

Rinhas de galo são proibidas na Índia desde 1960. Porém, algumas comunidades do interior do país ainda adotam a prática, ainda que ela seja ilegal. Há, ainda, “rinhas de passarinhos” — em que participantes amarram os animais para que briguem em uma celebração da colheira em um templo local.

G1


Comente aqui