Mundo

Flagrado em orgia com 25 homens, eurodeputado de extrema-direita renuncia

JÓZSEF SZÁJER ERA PRÓXIMO DO PREMIÊ HÚNGARO, VIKTOR ORBÁN, UM DOS PRINCIPAIS ALIADOS DE JAIR BOLSONARO NA UNIÃO EUROPEIA. FOTO: DIVULGAÇÃO/ANSA

A polícia de Bruxelas, na Bélgica, interrompeu uma orgia regada a álcool e drogas que acontecia no andar superior de um bar na cidade, apesar das medidas antiaglomeração em vigor no país devido à pandemia do novo coronavírus.

Realizada na noite de sexta-feira (27), a festa reunia cerca de 25 participantes, incluindo diplomatas e o eurodeputado József Szájer , integrante do Fidesz, o partido do primeiro-ministro de extrema direita da Hungria, Viktor Orbán.

O premiê é uma das principais lideranças ultraconservadoras na União Europeia e costuma pregar em defesa da suposta “identidade cristã” do continente e de seu país, perseguindo migrantes, opositores e a comunidade LGBT+.

Szájer havia renunciado repentinamente a seu assento no Parlamento da União Europeia no domingo passado (29), mas admitiu nesta terça-feira (1º) que era um dos participantes da festa em Bruxelas.

iG


1 Comentário

Comente aqui