Cidades

Filme sobre trajetória do surfista potiguar Jadson André destaca belezas naturais de Natal

O filme que conta a trajetória do surfista potiguar Jadson André revela, além de uma linda história de vida, as belezas naturais da capital potiguar. ‘Jadson – Além do horizonte’ foi exibido em Natal no último sábado (15) nas telas do cinema Moviecom para uma plateia de amigos e convidados.

O documentário foi gravado durante as etapas da divisão de acesso do Circuito Mundial no Japão, Portugal e Havaí, em 2018, e faz um paralelo entre a vida do surfista na sua terra natal e as viagens para competir. O documentário tem 45 minutos e é dividido em três episódios que destacam as belezas da praia de Ponta Negra – berço do atleta; os encantos das dunas de Genipabu; e a riqueza histórica da Fortaleza dos Reis Magos.

A trilha sonora também é de bandas potiguares como Far From Alaska e Rastafeeling.

O roteirista do documentário, Giovanni Almeida, destaca que o filme conta uma história de superação. “Jadson André é um jovem muito talentoso que representa esse poder que as comunidades têm de transformar às vezes a derrota em vitória, de transformar algo que está quase perdido em uma superação. O Jadson representa o negro, as comunidades, a criatividade potiguar”, disse.

A história do menino da Vila de Ponta Negra que ganhou o mundo emocionou muita gente, mas, em especial, os pais do atleta que estavam no cinema ansiosos pela estreia. “Ver de onde ele saiu – nossa família é de origem muito humilde – e chegar até aqui com um documentário sobre ele é um orgulho muito grande pra gente”, disse o pai de Jadson, Jailson Azevedo. “Pela primeira vez eu entrei no cinema pra ver a história do meu filho. É muita felicidade”, disse a mãe, Neide Oliveira.

Rafael Abreu, idealizador do projeto, explica que o documentário também tem como objetivo mostrar como é a vida de um atleta profissional. “Como é o dia a dia de um atleta? É o dia todo surfando? Como ele se relaciona? Como é a família? Esse documentário é uma oportunidade de registrar e trazer para os potiguares um pouco da história do atleta Jadson André”.

O próprio Jadson diz que nunca imaginou que sua história viraria um filme. “Nunca passou pela minha cabeça virar personagem de filme, mas o resultado final ficou muito bacana”, afirmou.

O projeto foi desenvolvido através da Lei Djalma Maranhão de incentivo à cultura, com patrocínio da Unimed Natal.

G1 RN


Deixe um Comentário