CORONAVÍRUS

Fátima Bezerra recebe 3ª dose e convoca potiguares com vacinação em atraso

FOTO: DIVULGAÇÃO

A govenadora Fátima Bezerra recebeu nesta terça-feira (23) a terceira dose da vacina contra a covid-19. A líder do Executivo estadual foi à Unidade Básica de Saúde de Candelária, na zona Sul de Natal, para receber o imunizante da Pfizer, único disponível para aplicação do reforço. O local é o mesmo onde ela iniciou o esquema vacinal ainda em abril.

Com as três doses em dia, a governadora aproveitou para convocar a população que ainda possui atraso no esquema vacinal. “Aproveito o momento para conclamar, fazer uma chamamento em nome da vida, da defesa da saúde da nossa população. Para que as pessoas que não tomaram a vacina ainda o façam”, apelou.

Fátima Bezerra ainda falou sobre a eficácia dos imunizantes. “Foi aqui que eu tomei a D1 e voltei para completar meu esquema vacinal. Estou aqui dando o exemplo do quanto é importante a gente tomar a vacina. A vacina tem o poder de salvar vidas. Está comprovada a eficácia”, comentou.

Os dados do RN Mais Vacina, nesta terça-feira (23), mostram que mais de 272 mil potiguares estão com a D2 em atraso e mais de 107 mil idosos não foram receber o reforço. O secretário de Saúde do estado, Cipriano Maia, lembra que essas pessoas são as que estão adoecendo com mais gravidade.

“Por isso a gente precisa continuar atento, cumprindo as medidas de prevenção. O comitê discutiu o novo cenário epidemiológico, continuamos com alguns municípios no amarelo, poucos municípios no laranja. Exige exatamente medidas de avançar com a vacinação, seja D3 para os idosos que estão mais vulneráreis e precisamos que as pessoas procurem os serviços e os municípios assegurem a vacina”, destacou o secretário, que acompanhou a governadora.

Fátima acrescentou ainda que o governo, por meio da Sesap, vai impulsionar as medidas para reduzir o número de pessoas com doses em atraso. “A Sesap nos próximos dias vai intensificar ações através da chamada busca ativa junto aos municípios que estão com maior número de segunda dose em atraso com foco, principalmente, em busca das pessoas idosas”, finalizou.

Portal da Tropical


Comente aqui