Política

Fátima Bezerra admite que RN levou calote de R$ 5 milhões no caso dos respiradores

FOTO: DIVULGAÇÃO

A governadora Fátima Bezerra (PT) disse na manhã desta segunda-feira (14) que o Governo do Rio Grande do Norte está tomando todas as medidas para tentar reaver os quase R$ 5 milhões repassados ao Consórcio Nordeste para a compra de aparelhos respiradores, que deveriam ter sido utilizados durante a pandemia, mas que nunca foram entregues pela empresa contratada.

A gestora concedeu uma entrevista exclusiva para o jornalista Diógenes Dantas, na estreia do programa “Diário da Manhã” no Youtube. Fátima admitiu que o Estado levou um “calote”, mas afirmou que todo o processo para adquirir os equipamentos foi legal. “Infelizmente levamos o calote. Mas quero dizer que nós não descansaremos um só minuto enquanto não reaver esses recursos para os cofres do Rio Grande do Norte”, declarou.

Fátima justificou a maneira como foi realizada a transação, devido ao contexto da pandemia e à falta de ações emergenciais do governo federal. “Eu continuo indignada com tudo que exatamente aconteceu. A nossa ação naquele momento foi para salvar vidas. Em abril, nenhuma ação do governo federal, sem chegar um respirador”, disse.

“Fizemos a compra diante de um contexto de emergência, salvar vidas. O processo foi todo encaminhado dentro da mais absoluta legalidade, com a salvaguarda dos órgãos de controle e com todo o cuidado que se faz necessário, porque é dinheiro público. Infelizmente esse calote que essas empresas safadas passaram, esse tipo de infortúnio não aconteceu só no Rio Grande do Norte”, declarou Fátima.

A governadora afirmou que todas as medidas legais já foram tomadas para tentar recuperar a quantia. “As ações estão em curso. Além da ação da Procuradoria-geral da Bahia, a Procuradoria-geral aqui do nosso Estado entrou com ações no campo cível, no campo criminal para reaver esses recursos”, disse.

Com informações do portal No Minuto/ Reportagem: Fábio Oliveira


1 Comentário

Comente aqui