Educação

Estudantes do RN conquistam medalhas em olimpíada internacional de Matemática

ESTUDANTES GARANTIRAM MEDALHA DE BRONZE NA COMPETIÇÃO

Alunos da rede estadual de ensino foram premiados, nesta semana, com medalhas de bronze na World TIME – Talent Invitational Mathamatics Examination 2019, uma das maiores olimpíadas de matemática do mundo que aconteceu até ontem (20) em Chiang Mai, na Tailândia.

A equipe, formada pelos estudantes José Eduardo de Souza, Carlos Daniel de Freitas, e Marcos Sérgio de Sales Silva, alunos do 2º ano da Escola Estadual Professor Otto de Brito Guerra, localizada em Ceará-Mirim (RN), representou o Rio Grande do Norte, e o Brasil, categoria “ensino médio”, levando o bronze e ficando somente atrás das equipes da China, Tailândia e Filipinas. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, investiu quase R$ 65 mil, com inscrições e passagens, para o grupo participar do evento integrando a delegação brasileira.

A prova realizada na Tailândia, foi composta por 25 questões discursivas variadas, incluindo álgebra, aritmética, trigonometria e geometria, entre outros assuntos. Os estudantes tiveram 1 hora e 30 minutos para respondê-la.  

O processo de seleção desses estudantes para a World TIME se deu meio da participação da escola na Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras 2019, competição internacional de Matemática realizada pela Rede do Programa de Olimpíadas do Conhecimento (Rede POC). Formando uma equipe de 12 estudantes, os professores Débora Ramos e Cristóvão Porciano inscreveram a escola, que participou da competição (conquistando também medalhas de bronze) alcançando um bom desempenho, o que lhe conferiu participação na World TIME.

A partir desse resultado, foi realizada uma seleção na escola com a equipe inicial (de 12 integrantes), a fim de escolher três alunos para representar toda a equipe na World TIME. Após a seleção, os estudantes passaram a ser preparados no contra turno das atividades escolares, comparecendo à escola para aulas de Matemática e Inglês com professores voluntários.

Avaliação

De acordo com a gestora da escola Prof. Otto de Brito Guerra, Sônia Maria da Silva, “a notícia dessa conquista animou toda a comunidade escolar, deixando todos com muito orgulho”, destaca a gestora, que complementa afirmando que o “clima da escola” mudou depois da conquista, pois agora o alunado vem mostrando-se mais “interessado e participativo”. 

Para a vice gestora Samaya Fagundes, a conquista trata-se de experiência cultural para os alunos que dela participam. “Os alunos vivenciaram um intercâmbio cultural riquíssimo e com certeza virão com as malas repletas de ótimas experiências para compartilhar com os colegas”, aponta. A viagem dos estudantes sensibilizou toda a comunidade escolar, mobilizando vários setores a contribuir com o custeio de outras despesas relacionada aos estudantes.


Deixe um Comentário