Brasil

Esquerda dissemina que “sequestro na Rio-Niterói foi falso como facada em Bolsonaro”, revela IstoÉ

A esquerda brasileira parece não ter jeito mesmo. Depois não sabem por que figuras ineptas são eleitas para comandar o País. A tese da vez é que a ação do sniper do Bope contra o sequestrador que fez 37 pessoas reféns em um ônibus na Ponte Rio-Niterói foi uma “armação” tal qual a “facada” sofrida por Bolsonaro durante a campanha presidencial. O pior é que o delírio dessa gente é sem remédio, como dizia Gabriel García Márquez.

Jean Wyllys diz que sequestro de ônibus no Rio ‘parece golpe de marketing’

O ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL), que deixou o Brasil no início após receber ameaças, foi às redes sociais nesta terça-feira (20) para comentar a morte do sequestrador que fez 37 reféns dentro de um ônibus na ponte Rio-Niterói. De acordo com o ex-parlamentar, a morte do criminoso “parece o golpe de marketing perfeito” para melhorar a imagem do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL).

“O sequestro de ônibus feito por um homem com uma arma de brinquedo me parece o golpe de marketing perfeito para reabilitar a imagem e a popularidade de um governador abaladas por assassinatos de inocentes nas ações de sua polícia nas favelas”, acusou Jean Wyllys do Twitter.

Coluna farol Istoé


Deixe um Comentário