Economia

Empresa do ramo farmacêutico planeja instalação no RN

REPRESENTANTES DA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E DA SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO DO ESTADO PARTICIPARAM DE UM ENCONTRO COM O DIRETOR JURÍDICO DA PROFARMA PARA DISCUTIR A CHEGADA DA EMPRESA AO RIO GRANDE DO NORTE. (FOTO: ASSECOM/SEDEC)

Na terça-feira, 29 de janeiro, representantes da secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Secretaria de Tributação do Estado participaram de um encontro com o diretor jurídico da Profarma para discutir a chegada da empresa ao Rio Grande do Norte. A Profarma é uma distribuidora de medicamentos presente em diversos estados do país, atuando na venda de atacado e varejo e na venda especializada de fármacos de alto custo e para tratamentos crônicos ou de alta complexidade, sendo esta última categoria o foco das discussões.

O encontro abriu diálogo sobre o futuro do segmento no Rio Grande do Norte e sobre a necessidade de um estudo de modelo de tributação segmentado, que possa englobar de forma mais eficiente a venda de produtos farmacêuticos especiais, como os que são negociados pela Profarma Specialty, podendo ser fornecidos a hospitais, clínicas, profissionais da saúde e clientes que necessitam de suporte diferenciado.

O secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado debateu sobre a posição estratégica do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, para a instalação de empresas como a Profarma e explicou sobre o potencial do estado para receber também o segmento de varejo e indústrias relacionadas à marca.

O aeroporto de São Gonçalo foi planejado nos moldes de aeroporto-cidade e possui estrutura nos arredores para comportar galpões e centros de distribuição de grandes investidores, com fácil acesso à BR 406, BR 226 e BR 101, que atravessa o país até o Rio Grande do Sul. O secretário também lembrou do grande potencial de vendas devido ao constante fluxo de pessoas no interior do aeroporto.


Deixe um Comentário