Brasil

Em visita a SP, ex-presidente Obama faz palestra e se encontra com Pelé

Twitter

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama veio a São Paulo, onde participou de um evento empresarial, e se encontrou com Pelé. É a segunda vez que Obama vem ao Brasil depois que deixou a Casa Branca. A última visita tinha sido em 2017.

“Falamos sobre como trabalharmos juntos para fazer o mundo melhor. Feliz por estarmos no mesmo time”, disse Pelé em sua conta no Twitter, onde publicou a foto com o ex-mandatário americano.

No evento em que deu palestra, na zona sul de São Paulo, Obama falou que se encontrou com o ex-jogador, mas não deu detalhes.

Educação

Na sua avaliação, é fundamental “garantir uma educação que permita ao jovem analisar criticamente o mundo ao seu redor”.

Obama falou sobre como a sua formação contribuiu para que ele chegasse à presidência dos Estados Unidos.

“Eu não conheci o meu pai, eu era uma das poucas crianças de ascendência africana [na escola], eu sentia que sempre tinha que provar algo. Por isso, eu sempre digo, quando você enfrenta dificuldades, use isso como um motor para trabalhar e se lembre: ‘yes, we can'”, lembrando o seu slogan de campanha.

Ele lembrou de duas professoras que foram marcantes em sua vida: uma com quem conviveu ainda criança no Havaí e uma da universidade.

Obama lembrou que, aos 10 anos, depois de voltar do período em que viveu na Indonésia, enfrentou problemas de adaptação no Havaí. Só havia duas crianças negras na escola, e a professora, que passou pelo Quênia (país de origem de seu pai), fazia com que ele se “sentisse orgulhoso de ser diferente”.

Já na universidade, uma outra professora o repreendeu quando ele reclamou de não ter se saído bem em um discurso durante uma manifestação no campus. A professora disse a ele que era preciso dar mais importância para a causa do que para sua performance, ajudando a despertar sua consciência política. “Isso foi mais importante do que aprendi em sala de aula”, lembra.

G1


Comente aqui