Turismo

Em fevereiro, Azul sobe em relação a 2019, mas cai ante 2020

TRÁFEGO DE PASSAGEIROS DOMÉSTICOS (RPK) DA AZUL CRESCEU 4,6% EM FEVEREIRO DESTE ANO NA COMPARAÇÃO COM FEVEREIRO DE 2019. FOTO: DIVULGAÇÃO

O tráfego de passageiros domésticos (RPK) da Azul cresceu 4,6% em fevereiro deste ano na comparação com fevereiro de 2019. Em seu relatório, a companhia aérea também aponta alta de 9,3% na capacidade doméstica (ASKs) no mesmo período comparativo, resultando em uma taxa de ocupação de 78,6%.

Entretanto, na comparação com fevereiro de 2020, as variantes são de queda. Neste período comparativo, o tráfego de passageiros caiu 14,2%, enquanto a capacidade declinou 11,1%.

O CEO da Azul, John Rodgerson, comemora os resultados do segundo mês deste ano, mas admite que o agravamento da pandemia pode tornar as coisas mais difíceis em um futuro breve.

“Começamos 2021 com um posicionamento sólido, confirmado pelos nossos resultados de tráfego de fevereiro. Os próximos meses serão desafiadores, com sazonalidade fraca e a segunda onda da pandemia”, afirma Rodgerson. “Portanto, estamos ajustando nossa oferta de voos e vamos continuar monitorando a situação com cuidado. O Brasil está avançando em seus esforços de vacinação, e estamos confiantes de que veremos melhoras graduais na condição sanitária do país como estamos vendo em outras regiões do mundo.”

Panrotas


Comente aqui