Polícia

Em Assu, “Rei do tráfico”é preso em Operação das Polícias Civil e Militar


FRANCISCO FERNANDO DA CRUZ, VULGO “FRANCISQUINHO”, 39 ANOS, CONHECIDO NA REGIÃO COMO “REI DO TRÁFICO”

Uma ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Militar resultou na deflagração da Operação “The King”, nesta quinta-feira (24), na cidade de Assú, culminando na prisão de Francisco Fernando da Cruz, vulgo “Francisquinho”, 39 anos, conhecido na região como “Rei do Tráfico”, por ser responsável pelo abastecimento das “bocas de fumo” de Assú, e de algumas outras cidades próximas.

Em uma abordagem realizada em 25 de outubro de 2017, os agentes prenderam em flagrante Ana Cláudia de Lima Moura, 39 anos, uma das mulheres do criminoso que, naquela ocasião, conseguiu fugir. Nessa prisão, os policiais apreenderam 90 quilos de drogas, entre maconha, crack e cocaína, além de munições e uma arma de fogo. Desde então, foi decretada a prisão preventiva de “Francisquinho”, indiciado pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação e posse ilegal de arma de fogo.

No dia 14 de Março de 2018, a Polícia Militar apreendeu uma grande quantidade de Cocaína pura e prensada, numa propriedade localizada às margens da BR 304, entre os municípios de Assú e Itajá. Com a investigação da Polícia Civil, foi apontada, além da participação dos moradores do imóvel, a participação de Francisco Fernando, o “Francisquinho”, como dono do material ilícito.

Nesta quinta-feira (24), o “Rei do Tráfico” foi preso na propriedade de João Batista Fernandes da Fé, conhecido por “Da Fé”, condenado por tráfico de drogas, e monitorado por meio de tornozeleira eletrônica. Após a prisão de Francisquinho, os policiais realizaram diligências em sua residência, onde apreenderam mais de 1,5 kg de maconha, 491g de Crack e 618g de Cocaína, ocasionando um flagrante delito.

Além dos mandados de prisão e o flagrante no dia da prisão, ele é condenado por um homicídio e cumpria a pena em regime aberto. Encaminhado ao sistema prisional, “Francisquinho” ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que as informações e denúncias que ajudem nas investigações, possam ser repassadas pelo Disque-Denúncia, por meio dos números (84) 99992-2122 e (84) 98155-2956, as ligações podem ser feitas de forma anônima com garantia de sigilo absoluto.



Deixe um Comentário