Artigo

Economia: Do egoísmo à generosidade

FOTO: ILUSTRAÇÃO

Amanhã, 19 de novembro, começa mais uma iniciativa do nosso querido Papa chamada “Economia de Clara e Francisco”. Trata-se de um movimento em que jovens do mundo inteiro se comprometem a projetar uma sociedade diferente na qual a economia seja fonte de vida. Ou seja, colaborativa, solidária, criativa, inovadora, ecológica e democrática. Um esforço para gestar uma economia includente e não excludente. Que humanize e não escravize. Do sorriso e não do choro. Da esperança e não do lamento.

Um evento para jovens de até 35 anos. Economistas, empresários e profissionais ligados à produção de bens e serviços. Devido à pandemia não se realizou na cidade de Assis, Itália, em maio passado. Será agora, dias 19, 20 e 21 de novembro, online, ao vivo e em streaming. Já se inscreveram 3 mil jovens de 120 países. Veja a programação em https://francescoeconomy.org/event-programme/ Serão conferências, grupos de trabalho, debates, apresentações culturais e surpresas oriundas dos cinco continentes.

Uma caminhada coletiva em que mulheres e homens sonham com uma economia fundada em novos paradigmas: da competição à colaboração. Do egoísmo à generosidade. Da exploração à sustentabilidade. Da acumulação à partilha. Do consumo desenfreado ao consumo consciente. Da ganância ao altruísmo.

Se você deseja um mundo diferente, junte-se a nós na construção de uma economia a serviço da vida. Sua adesão é muito importante. Sonhe! Sonhe muito! Pois, sonho que se sonha juntos… se empodera. Vira realidade.

É tempo de esperançar. Um novo mundo é possível…

Aracaju, 18 de novembro de 2020.

Juci e Otto Santana


Comente aqui