Política

“É um ultraje de como Parnamirim está sendo mal administrada”, diz tabelião do 2º Ofício de Notas do município

PARA AIRENE PAIVA, A ADMINISTRAÇÃO ATUAL DA CIDADE DEIXA DE LADO PRATICAMENTE TODOS OS SETORES ESSENCIAIS. FOTO: DIVULGAÇÃO

Há 24 anos residindo em Parnamirim, o Tabelião do Segundo Ofício de Notas do município, Airene Paiva, se diz cansado da velha politica. Para ele, a administração atual da cidade deixa de lado praticamente todos os setores essenciais como saneamento básico, saúde pública, segurança, calçamento de ruas, geração de empregos, modernização da máquina tributária e licenciamento dos empreendimentos.

Eu vejo Parnamirim e estou perplexo com atual panorama da cidade. As pessoas que não são daqui não tem a noção de como está a cidade que vive maquiada e com os problemas tentando ser escondidos. Está tão grave que há não há mais como jogar pra debaixo do tapete. É um ultraje de como Parnamirim está sendo mal administrada. Quem conhece e ama essa cidade como eu não pode mais ficar parado só olhando. Algo precisa ser feito pra ontem”.

Tamanha indignação o fez se apresentar à população como alguém que quer e buscará condições para, de fato, administrar a cidade com correção, zelo, inteligência e transparência.

Airene Paiva é formado em Direito. Foi professor da FAL – Faculdade de Natal. É especialista em Direito Registral Imobiliário pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas e é Doutorando em Sociedad Democrática, Estado y Derecho pela Universidad Del País Vasco- UPV – Espanha.

A Fonte



Deixe um Comentário