Mundo

Durante pregação, pastor sugere que maridos abusem sexualmente das esposas

FOTO: REPRODUÇÃO

Um pastor causou polêmica em um sermão sobre a submissão das mulheres no casamento. Burnett Robinson, líder de uma Igreja Adventista do Sétimo Dia de Nova York, sugeriu que os maridos podem estuprar suas esposas.

“Eu diria a vocês, senhores, que a melhor pessoa para estuprar é sua esposa”, disse o religioso em um trecho de sua pregação.

O vídeo é de 1 minuto e 21 segundos, aparentemente, foi gravado no último dia 13 de novembro. A Change.org gerou uma petição, exigindo a renúncia de Robinson de seu cargo.

No sermão, o pastor diz: “Nesta questão de submissão, quero que saibam, senhoras, francamente, que, uma vez que se casem, não serão mais suas. Você é do seu marido. Você entende o que estou dizendo? Enfatizo isso, porque vi no tribunal outro dia, na TV, uma senhora que processou o marido por estupro. E eu diria a vocês, senhores, a melhor pessoa para estuprar é sua esposa. Mas então ele foi legalizado.”

O religioso pregava sobre uma das cartas do apóstolo Paulo aos Efésios, na qual está escrito: “Mulheres, submetam-se a seus próprios maridos, como ao Senhor”.

Nem Robinson nem um porta-voz da Igreja Adventista do Sétimo Dia retornaram as ligações da Religion News Service.

VEJA VÍDEO:

Polêmica Paraíba


Comente aqui