Política

Deputado veterano na ALRN dispara: “A esquerda quer a todo custo tumultuar, criar problema para a sociedade”

Crédito da Foto: João Gilberto

O deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM) fez pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (19), na Assembleia Legislativa, lamentando os ataques que o ministro Sérgio Moro vem sofrendo após a divulgação de conversas, do aplicativo Telegram, atribuídas ao ex-juiz Sergio Moro, atual ministro da Justiça e ao procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná.

“Estão tentando desmoralizar o ex-juiz, insistem em colocar em duvidar de um dos homens que mais contribuiu para acabar com a corrupção. Um homem aplaudido pela maioria do povo brasileiro”, disse o parlamentar. O parlamentar exaltou a atitude de Sérgio Moro por, de forma espontânea, esclarecer as mensagens e ainda por ter doado a sua competência aceitando ser ministro.

Getúlio Rêgo ainda disse que para ele, a maioria dos senadores não entenderam a voz do povo. “A esquerda brasileira quer a todo custo tumultuar, criar problema para a sociedade. Queimar pneu não é democracia, fechar as vias não é democracia e isso é combustível para a prática da política da esquerda, mas o povo deu seu recado nas urnas’, ressaltou o parlamentar.

O deputado também comentou a aprovação do projeto que anula decreto que flexibiliza posse e porte de arma. “Estão contrariando a maioria da população brasileira, foi algo que o presidente prometeu em campanha e o povo aprovou nas urnas. Está faltando consciência de que o rumo para o país é aprovar as mudanças”.

Ainda na sessão ordinária, o deputado fez um apelo à Secretaria de Saúde do Estado. “Estamos na epidemia de dengue, Chikungunya, zika e não existe um reagente nos laboratórios, faço um apelo ao secretário da saúde para providenciar o reagente para os laboratórios”, solicitou o deputado.


Deixe um Comentário