Política

Deputado Tomba Faria pede implantação de 10 UTIs e 50 semi-UTIs no Hospital da PM

FOTO: JOÃO GILBERTO

O deputado estadual Tomba Farias (PSDB) defende a implantação de 10 leitos de UTI e 50 de semi-UTI no Hospital da Polícia Militar. O recurso necessário para tal (na ordem de R$ 4 milhões) seria oriundo de parte do montante do decreto de calamidade pública aprovado pela Assembleia Legislativa do RN. Os investimentos feitos no Hospital da PM ficarão à disposição do sistema de saúde estadual. O parlamentar também solicitou transparência nos dados sobre a utilização dos recursos decorrentes do decreto de calamidade pública.

“A unidade hospitalar já se encontra pronta para funcionar. Sobre o decreto, mais uma vez, a oposição demostrou um amadurecimento geral, diante da necessidade do Estado. Nós demos uma carta em branco ao governo estadual, mas o governo não explicou para o que era, para onde seriam destinados esses recursos. O decreto também não informava até quando vai essa calamidade pública”, destacou o parlamentar.

Com relação à região do Trairi, o deputado também cobrou o detalhamento de como o governo estadual vem gastando os recursos liberados e que ações já estão em andamento para ajudar a população de Santa Cruz. “Precisamos saber quantas pessoas foram contratadas para ajudar no combate a essa pandemia, quanto foi investido em equipamentos para ajudar no atendimento à população e o que o governo fez até hoje para combater o novo coronavírus em Santa Cruz e no Rio Grande do Norte”, questionou o parlamentar.

Tomba também afirmou que estuda remanejar suas emendas para a compra de respirador para o hospital de Santa Cruz, ajudando no atendimento dos pacientes de Jaçanã, Coronel Ezequiel, Campo Redondo, Lajes Pintadas, Sítio Novo, de Tangará. “Esse momento é de união de todos, cada um fazendo a sua parte no combate a esse vírus”, ressaltou.

Conscientização

Tomba Farias tem aproveitado o período de quarentena para fazer uma campanha de esclarecimento público sobre como evitar a propagação do novo Coronavírus através das redes sociais. O material gráfico aborda temas como “Quais os Principais Sintomas?”, “Como Posso me Prevenir?, “# Fique em Casa” e “Não Compartilhe Fake News – Informação e Prevenção”.


Deixe um Comentário