Brasil

Deputado do PSL, Coronel Tadeu, vandaliza exposição sobre “Mês da Consciência Negra”; Assista

A OBRA VIOLADA TRAZIA DADOS SOBRE A VIOLÊNCIA DO ESTADO CONTRA NEGROS E NEGRAS E TINHA UMA CHARGE DO CARTUNISTA CARLOS LATUFF. FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

O deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) vandalizou nesta terça-feira, 19, um painel na Câmara que denunciava o genocídio da população negra no Brasil.

Assista:

Minutos depois, a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ), afirmou que foi à Polícia Legislativa “registrar queixa contra esse absurdo que ocorreu agora na exposição em homenagem ao Novembro Negro e à Consciência Negra”.

O cartunista Latuff também condenou o episódio. “Essa agressão de um policial militar, que por acaso também é um parlamentar, contra uma charge exposta no Congresso Nacional e que denuncia a violência policial, nos leva a seguinte reflexão. Se fazem isso contra um cartaz, imagine contra gente de carne, osso e pele negra!”, publicou.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) garantiu que irá acionar o Conselho de Ética da Câmara em busca de punição ao parlamentar bolsonarista.

Repercussão


1 Comentário

  • Estúpidos foi quem expôs os militares como marginais. Eles tem função, tem instituição organizado sob constituição. Então se não estão atendendo a contento que peçam fechamento das instituições de segurança e deixem a bandidagem que vcs tanto defendem, tomar conta do país. claro, vcs tem segurança! Esses devem ficar, não é? Então que respeitem a constituição e a função militar. Porque existe código penal para julgar e não são vcs da esquerda que devem descriminar, condenar, desrespeitar a classe. Se tem vítimas negras, brancas ou pardos, os militares estão para por ordem pública independente de cor. Quantos brancos morrem e não são estampados na mídia?

Deixe um Comentário