Brasil

Deputada Carla Zambelli pede desculpas por Fake News sobre Havan

A DEPUTADA DIZ QUE PEDIU DESCULPAS AO EMPRESÁRIO LUCIANO HANG E ADMITE QUE ACREDITOU EM FAKE NEWS. FOTO: REPRODUÇÃO

Um vídeo que foi resgatado por internautas e viralizou nas redes mostra a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), líder do movimento “Nas Ruas” e uma das mais ferrenhas defensoras de Jair Bolsonaro, criando uma fake news ao dizer que as Lojas Havan, que pertencem ao também bolsonarista Luciano Hang, são da “Paulinha”, filha da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT). A deputada diz que gravou o vídeo em 2015 mas não chegou a postar e não sabe como petistas tiveram acesso a gravação.

“Essa loja é da filha da Dilma, a Paulinha. E eu fico impressionada como os filhos de presidentes no Brasil ficam milionários e se tornam grandes empreendedores. E o mais interessante disso tudo é chamar Havan, a loja né, com uma estátua da liberdade ao lado. Quer dizer que é chamar a gente de idiota, né? Estátua da Liberdade com um um símbolo que lembra Cuba ”, ironiza

Veja o vídeo em que Carla comenta que a loja pertence a Paulinha e associa nome da Loja à Cuba.

Em entrevista à Jovem Pan, a deputada federal que é amiga do empresário e dono da Havan, Luciano Hang diz que o vídeo foi gravado em 2015 e que no dia em que gravou, uma pessoa havia comentado que a Loja era da filha de Dilma e ela acreditou. “Nem foi postado em rede nem nada. Não sei como esses caras do PT conseguiram esse vídeo agora”, comenta.

Assista a entrevista



Deixe um Comentário