Natal

Demissões em massa e supostas “dificuldades” da Intertv Cabugi viram notícia nacional no portal UOL

EMISSORA FOI CRITICADA PELO JORNALISTA E COLUNISTA VICENTE SEREJO POR NÃO FAZER “JORNALISMO DE VERDADE HÁ ANOS”

Uma matéria assinada pelo colunista Ricardo Feltrin, no Portal UOL, destaca as demissões em massa e uma suposta crise financeira que estaria em curso na afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte, a Intertv Cabugi. A emissora tem sido alvo de notícia negativas diversas vezes pelo chamado “clima de terror” existente em seus bastidores, assim como pela má qualidade do jornalismo que nela é praticado, com destacou recentemente o jornalista e professor da UFRN, Vicente Serejo, na coluna que mantém no jornal Tribuna do Norte, onde registrou: ” UFA! – Acabou o festival Lidia Pace da Intertv Cabugi, entre rosas, risos e lágrimas. Agora cabe aproveitar a excelente profissional e fazer jornalismo de verdade. O que não faz há anos”.

O colunista do UOL insinua ainda a Intertv, a exemplo de outras afiliadas globais, estaria enfrentando dificuldades, o que estaria levando a emissora a contratar “vídeo-repórteres por salários bem menores que os pagos anteriormente”.

Segue abaixo na íntegra a matéria veiculada no UOL:

Afiliada da Globo no RN faz demissão em massa de cinegrafistas

A TV InterTV Cabugi, afiliada da TV Globo no Rio Grande do Norte, está promovendo uma demissão a rodo nas últimas semanas.

Segundo a coluna apurou, somente nos últimos dias foram 8 cinegrafistas demitidos. Somados a outros cinco repórteres cinematográficos, só nesse setor foram 13 dispensados.

No lugar dos demitidos, segundo o sindicato local, a emissora vem contratando vídeo-repórteres por salários bem menores que os pagos anteriormente.

A Cabugi não é a única afiliada da Globo em dificuldades.

Na Bahia e em Goiânia as empresas parceiras da Globo também enfrentam dificuldades e vêm promovendo demissões.

Aliás, todo o Grupo Globo vem sendo atingido por enormes cortes de cargos e custos.

A Cabugi é líder de audiência na soma geral do dia no ibope no Rio Grande do Norte, mas enfrenta uma dura disputa na hora do almoço com a TV Ponta Negra, afiliada do SBT, que não raro a deixa em segundo lugar.

Boa parte dos demitidos são justamente funcionários que trabalhavam na produção de noticiário local.



Comente aqui