Saúde

Covid-19: EUA fará estudo extenso para comprovar eficácia da hidroxicloroquina

FOTO: ILUSTRAÇÃO

O Instituto Nacional da Saúde (NIH), órgão do Ministério da Saúde dos Estados Unidos, lançou um teste clínico extenso para avaliar a eficácia da combinação entre a hidroxicloroquina e o antibiótico azitromicina para evitar a hospitalização e mortes por Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

Estudos menores da China – e do Brasil, como no Piauí – sugerem que o tratamento alivia a infecção respiratória, diminuindo a letalidade da doença. No entanto, ao mesmo tempo, há pesquisas que apontam para nenhuma melhora após o uso da hidroxicloroquina e, até mesmo, que seu uso pode causar efeitos colaterais como parada cardíaca.

Hoje, a aplicação da hidroxicloroquina só pode ser feita em pacientes hospitalizados, para que haja acompanhamento médico de perto para efeitos colaterais.

Muitos testes clínicos estão sendo realizados ao redor do mundo, mas este novo é o maior até então: randômico, com 2 mil participantes em 30 locais diferentes dos Estados Unidos.

O doutor Davey Smith, um pesquisador virologista, chefe da área de Doenças Infecciosas e Saúde Pública Global da escola de medicina da Universidade de San Diego, na Califórnia, conduzirá o estudo.

Jovem Pan



Comente aqui