Polícia

Corpo de PM morto em assalto na Praia do Meio é sepultado em Parnamirim

PAI DO PM, QUE TAMBÉM FOI BALEADO, PASSOU POR CIRURGIA E CONTINUA INTERNADO NO HOSPITAL MONSENHOR WALFREDO GURGEL. FOTO: KLEBER TEIXEIRA

O corpo do sargento Ricardo Brito, policial militar morto a tiros na tarde deste domingo (29) em uma tentativa de assalto na Praia do Meio, é velado em um centro esportivo em Cidade da Esperança, na Zona Oeste de Natal. O sepultamento está previsto para 17h no Cemitério Morada da Paz, em Emaús, Parnamirim.

O pai do PM, que também foi baleado durante a ação, passou por cirurgia e continua internado no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. Ele foi ferido no braço, mas passa bem.

A Polícia Militar emitiu nota de pesar pela morte do sargento. “O Policial ingressou nas fileiras da corporação no ano de 1997 e desde então esteve lotado no 5º Batalhão da Polícia Militar. Deixa esposa e um filho. A Polícia Militar lamenta a morte deste profissional de segurança pública, externando aos amigos, companheiros de trabalho e familiares, os nossos sentimentos de pesar”, diz a nota.

Tentativa de assalto

De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, o sargento estava indo embora da praia, de carro, acompanhado do pai. Quando parou em uma faixa de pedestre, na Rua Professor José Melquíades, o PM foi abordado por dois homens armados que queriam roubar o veículo.

“Ele esboçou uma reação e foi baleado”, informou o tenente-coronel da PM Eduardo Franco. O sargento morreu no local, ainda dentro do carro. O pai dele também foi baleado e socorrido para o Hospital Walfredo Gurgel. A arma do PM foi levada pelos criminosos.

Poucas horas depois, dois suspeitos de terem cometido o crime foram presos no bairro das Quintas. Um deles usava tornozeleira eletrônica.

De acordo com a Polícia Militar, o sargento Brito era lotado no 5º Batalhão e tinha mais de 20 anos de serviços prestados à segurança pública.

G1RN


Comente aqui