Política

Consórcio NE também pagou antecipado por respiradores que ainda não chegaram em compra de R$ 149 milhões

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Consórcio Nordeste aguarda o resultado de uma nova compra, no valor de R$ 149 milhões, de respiradores adquiridos através de empresa que atua na Europa. As informações são do Blog do Dina.

A transação é para 750 equipamentos. Os detalhes da compra são mantidos sob reserva. Não se sabe quanto do valor total da compra foi antecipado. A entrega dos equipamentos chegou a ser anunciada em maio passado, mas não se concretizou até agora.

O governo da Bahia, estado pelo qual a compra foi feita, foi procurado pelo Blog do Dina na manhã desta quinta-feira e indagado sobre detalhes da transação, quais estados participam do rateio e se o pagamento foi feito antecipadamente a exemplo do caso anterior, que resultou na Operação Ragnarok.

O governo da Bahia informou por assessoria de imprensa, no entanto, que, até a publicação desta reportagem, não havia conseguido retorno das informações com o Consórcio Nordeste, que também foi procurado pelo blog e ainda não se manifestou.

O governo do Rio Grande do Norte foi procurado sobre o caso e informou que não participa da transação, apesar de ter negociado com a empresa que realizou a compra para tratativa individual, que não avançou.

Compra

A transação remonta ao mês de abril, conforme registros de correspondência que o Blog do Dina localizou no sistema virtual de informação do estado da Bahia. O sistema, no entanto, não permite acessar os detalhes dos documentos.

A empresa responsável pela transação é a Pulsar Development. A compra está sendo conduzida pelo escritório de Londres.

Em 8 de maio em entrevista ao G1 da Bahia, o secretário estadual de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas afirmou o seguinte:

“As compras da Inglaterra são de respiradores alemães, topo de linha, equipamentos de excelência de um fabricante chamado Dräger, que equipa as melhores UTI’s do mundo. Essa compra já foi efetivada, parte do pagamento – temos um contrato que prevê entrega dentro de dez dias úteis após a assinatura, o que foi feito no último fim de semana. Ao longo da próxima semana, deveremos receber 700 respiradores, dos quais 350 virão para o estado da Bahia e os outros 350 serão distribuídos para os outros estados do Consócio Nordeste”

Os preços praticados na compra são elevados. As compras foram feitas em dois lotes. No primeiro, foram R$ 91.941.120,00 para 450 equipamentos, ao custo unitário de R$ 204.313,60. O segundo lote é de R$ 56.992.950,00 para 300 equipamentos, ao custo unitário de R$ 189.976,50 cada.



Comente aqui