TV

Conar investiga propaganda enganosa de suplementos feita por padres

IDOSOS SÃO PÚBLICO ALVO DA PUBLICIDADE VEICULADA EM CANAIS RELIGIOSOS NA TV. CONSUMIDORES RECLAMAM DE INEFICÁCIA DOS PRODUTOS. FOTO: REPRODUÇÃO

Entre um Pai Nosso e uma Ave Maria, apresentadores interrompem a programação para vender terços, imagens sacras e suplementos vitamínicos. A cena é comum em canais religiosos que veiculam missas e programas de entretenimento, como a Rede Vida. Em alguns programas, os próprios líderes religiosos ingerem a cápsula diretamente dos estúdios de televisão para convencer os telespectadores da eficácia dos produtos, parte deles com eficácia questionada pela ciência.

Está em andamento no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) procedimento para investigar esse tipo de prática. O padre cantor Alessandro é um dos garotos-propaganda de suplementos na Rede Vida. No decorrer do programa, ele paralisa seu show musical e convida ao palco uma mulher chamada Verena, para apresentar suplementos da marca Eleve. “Traz um copo d’água para mim que eu vou tomar um desse. Todo mundo vai tomar isso aqui”, diz, ao ingerir cápsula de um polivitamínico.

A representante, em seguida, apresenta o produto Condroleve, que, segundo ela, é recomendado para “dores nas juntas”. Após a fala de Verena, uma mulher dá seu depoimento e diz que melhorou da artrose e está se sentindo “superbem” e voltou a fazer caminhadas. Afirma também que não toma mais nenhum medicamento depois de ingerir o suplemento.

Metrópoles


Comente aqui