Tecnologia

Começa a funcionar no Brasil site para mulheres que desejam trair seus parceiros

O SERVIÇO É GRATUITO PARA ELAS, ENQUANTO OS HOMENS INTERESSADOS DEVEM ADQUIRIR UM PACOTE DE ASSOCIAÇÃO. FOTO: ILUSTRAÇÃO/GETTY

O site de relacionamentos Eveeda entrou em operação no Brasil nessa segunda-feira (03). Pode parecer mais do mesmo, mas essa plataforma tem uma proposta diferente. Trata-se de um site voltado para mulheres casadas que buscam por um relacionamento extraconjugal .

O serviço é gratuito para elas, enquanto os homens interessados devem adquirir um pacote de associação completo para enviar mensagens, pelo valor mínimo de R$ 150 ao mês.

De acordo com informações divulgadas pela marca, o diferencial do Eveeda para outras plataformas de traição já existentes, como o Ashley Madison , é a proporção igualitária entre usuários. O algoritmo do site garante que, para cada mulher cadastrada, um novo homem pode ingressar.

“Adoro novidades e o que me chamou a atenção foi o fato de este ser um serviço voltado para mulheres” disse Penélope Nova, embaixadora da plataforma. “A traição sempre existiu, inclusive a feminina. No entanto, os homens tinham mais permissão para admitir, ainda que indiretamente, que viviam relacionamentos extraconjugais . Já as mulheres são mais julgadas”, opinou.

“Quando uma mulher quer trair, ela tem menos opções do que o homem: precisa recorrer a um colega de trabalho, um ex-namorado, alguém da academia. Isso a deixa vulnerável, porque são pessoas conhecidas e que podem colocar a estrutura de vida dela a perder, caso sejam descobertas” afirma Penélope. “Com a tecnologia , fica mais fácil manter seus dados em sigilo, o que aumenta a sensação de proteção”.

Segundo pesquisa feita pela marca com 700 pessoas, a principal motivação daqueles que buscam o serviço da Eveeda é a insatisfação sexual. A maioria dos entrevistados alega amar o cônjuge, mas diz que suas necessidades sexuais são incompatíveis. Muitos também garantem que desejam manter a família unida para agradar os filhos e apreciam a estabilidade financeira oferecida pelo casamento.

iG


Deixe um Comentário