Cultura

Com teatros fechados, companhia de Natal lança vídeo de espetáculo que estimula leitura entre crianças

HISTÓRIA “BRUXA OHANE E MALANDRAGEM” ESTARÁ DISPONÍVEL NO YOUTUBE NESTE DOMINGO. FOTO: DIVULGAÇÃO

Há quase 10 meses teatros e casas de cultura estão fechados para apresentações no Rio Grande do Norte por causa da pandemia da Covid-19. Com o objetivo de oferecer aos pais e crianças uma opção de cultura e lazer, respeitando o momento atual de distanciamento social, a Companhia Teatral Flor do Sol, de Natal, decidiu lançar na internet um conto infantil que faz parte do espetáculo “O Fantástico Mundo dos Contos”. “Bruxa Ohane e Malandragem” utiliza a fantasia para estimular o hábito da leitura entre as crianças e estará disponível no YouTube neste domingo (24), a partir das 17h.

O conto narra a história de uma personagem encantada e seu fiel escudeiro. O público é guiado por uma fada, que narra o enredo a partir do momento em que os protagonistas descobrem a presença de intrusos no reino mágico em que vivem e passam a combatê-los. A ideia dos personagens, que brincam o tempo todo com a imaginação do público, é elaborar uma fórmula mágica, mas eles se atrapalham e a poção tem efeito inesperado.

O elenco conta com as atrizes Clara Menezes, Thalita Vaz e Camilla Natasha que atuam e também cantam na produção. Com o vídeo, a intenção do grupo é envolver pais e filhos que costumavam ir ao teatro para que as plateias continuem a consumir linguagem teatral mesmo em casa, e, assim, contribuir com a manutenção e a formação de público para quando os locais de apresentação reabrirem.

“Queremos poder contribuir com a oferta de conteúdos infantis relevantes nas plataformas digitais. Hoje em dia as crianças, desde muito novinhas, já estão conectadas, consumindo uma avalanche de vídeos, principalmente no YouTube, e nem sempre com conteúdos adequados. Desejamos que o teatro possa ocupar esses espaços virtuais também”, conta Thalita Vaz.

O lançamento de “Bruxa Ohane e Malandragem” foi contemplado no edital de incentivo da prefeitura de Natal, através da Lei Aldir Blanc, criada para garantir o funcionamento de grupos e companhias afetados por causa da pandemia do coronavírus.

G1RN


Comente aqui