Economia

Com dólar nas alturas, GM prevê reajuste no preço de automóveis

CARLOS ZARLENGA, PRESIDENTE DA MONTADORA NA AMÉRICA DO SUL, DISSE QUE O AUMENTO PROJETADO PARA 2020 VAI FICAR ACIMA DO ESPERADO. FOTO: GERMANO LÜDERS

A escalada na cotação do dólar, que ontem encerrou o dia cotado a R$ 4,32, vai levar a GM a um reajuste no preço de seus automóveis nos próximos dias.

A afirmação é do argentino Carlos Zarlenga, presidente da General Motors na América do Sul. O executivo afirma que, hoje, 40% das peças de um carro de passeio básico veem do exterior.

E com o dólar estabelecido acima dos R$ 4, o aumento projetado para 2020 vai ficar acima do registrado nos anos anteriores.

Levantamentos da Bright Consulting, especialista no setor, apontam que os automóveis estão ficando mais caros, pelo menos, 1,5% acima da inflação todos os anos.

Exame



Comente aqui