Natal

Com desabastecimento de combustíveis, STTU autoriza redução de frota dos ônibus em Natal

SECRETÁRIA DE MOBILIDADE URBANA (STTU), ELEQUICINA SANTOS, SE REUNIU HOJE COM O PRESIDENTE DO SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE DERIVADOS DE PETRÓLEO DO RN (SINDIPOSTOS), ANTÔNIO CARDOSO, PARA TRATAR DO RISCO DE DESABASTECIMENTO.

Devido à greve dos caminhoneiros e aos bloqueios em diversas rodovias do país, o combustível para abastecer a frota de ônibus em diversas capitais não tem chegado. O mesmo ocorre aqui em Natal. Nesta manhã, a secretária de Mobilidade Urbana (STTU), Elequicina Santos, se reuniu com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN (SindiPostos), Antônio Cardoso, para tratar do risco de desabastecimento.

Segundo o presidente, este é um risco real. “O risco é iminente, tanto para o transporte público, quanto o de carga e o aéreo”, informou. Além disso, também há o risco de desabastecimento nos postos de combustíveis.

Em virtude disso, a STTU autoriza que as empresas de ônibus da capital operem com 70% da frota a partir de amanhã, com o objetivo de evitar o colapso total do sistema em virtude da falta de combustível. “É uma medida difícil, mas necessária para garantir que o usuário de Natal continue tendo os ônibus circulando na cidade”, ressalta a secretária Elequicina Santos. De acordo com a pasta, 70% é uma frota semelhante à praticada no período das férias escolares.

Ainda segundo a STTU, a medida vigorará, a princípio, até a normalização do abastecimento de combustível nas garagens das empresas de ônibus.



Deixe um Comentário