Saúde

Com a paralisação dos médicos, pacientes do SUS ficarão sem atendimento no Hospital Memorial

COM SERVIÇO MÉDICO PARALISADO, POPULAÇÃO VAI TER TEMPO DE ESPERA PROLONGADO, ALÉM DE SÉRIOS RISCOS À SAÚDE / TRIBUNA DO NORTE

Mesmo com a dívida da prefeitura acumulada há quase quatro meses, o
Hospital Memorial vinha atendendo normalmente os pacientes do SUS
encaminhados pelo município de Natal. No entanto, a partir desta
quarta-feira (01/02), nem mesmo estes pacientes poderão ser recebidos
devido à paralisação geral dos profissionais da Cooperativa Médica do
Estado do Rio Grande do Norte – Coopmed-RN. O Hospital realizará cirurgias
apenas naqueles já internados.

A dívida acumulada pelo Governo do Estado há seis meses, também obrigou o
Memorial a deixar de atender as pessoas provenientes do interior, desde
dezembro. A diretoria do hospital lamenta a conjuntura dramática da saúde
no Rio Grande do Norte, principalmente na capital potiguar, que acumula
centenas de pessoas nos corredores do principal pronto-socorro de urgência
aguardando por cirurgias de traumas sofridos em acidentes. Assim, a
população de baixa renda é a mais prejudicada por todo o descaso, pois o
paciente que depende do Sistema Único de Saúde acaba sendo obrigado a
esperar por mais de 15 dias para o atendimento adequado e corre sérios
riscos de ficar com sequelas ortopédicas para o resto da vida.

O Hospital Memorial é referência em Ortopedia e Traumatologia no Rio Grande
do Norte e realiza cerca de 600 cirurgias mensalmente em pacientes do SUS.
Os atendimentos particulares e por meio de planos de saúde não serão


Deixe um Comentário