Economia

Cidades do RN recebem investimento de R$ 647 mil para empreendimentos

SÓ EM 2019 JÁ FORAM INVESTIDOS MAIS DE R$ 10 MILHÕES

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), percorreu, entre os dias 29 de agosto e 1 de setembro, seis cidades do estado para realizar a liberação de financiamentos do Microcrédito do Empreendedor a 220 empreendedores de diversos segmentos da economia. Ao todo, por meio do programa, foram investidos R$ 647 mil em recursos próprios da AGN.

Em apenas quatro dias, a diretora-presidente Márcia Maia e a equipe técnica da Agência passaram por São Gonçalo do Amarante, Patu, Mossoró, Tibau, Itajá e Lajes para assegurar a liberação de recursos que oferecem aos pequenos empresários a oportunidade de iniciar um negócio ou ampliar o empreendimento já em funcionamento.

Para a diretora-presidente, a iniciativa é de extrema importância para oferecer às pessoas uma oportunidade de realizarem o sonho de empreender, especialmente num momento de crise econômica. “Muitas pessoas se descobrem empreendedoras em momentos de crise. Habilidades que muitas vezes não eram utilizadas, passam a ser vistas como uma saída para ganhar o próprio dinheiro e construir um negócio”, afirma Márcia Maia.

Ainda segundo ela, há o efeito também na economia da região em que os recursos são injetados, já que a depender da natureza do negócio do cliente que contrata o financiamento junto à AGN, ele movimenta outras cadeias da economia na cidade ou na região e faz o recurso injetado girar.

“É um programa de extrema importância para as pessoas, porque não apenas garante a ocupação e, muitas vezes, a formalização dos negócios, mas também permitem que a economia da região seja impulsionada, inclusive gerando novas demandas e mesmo emprego. O Microcrédito do Empreendedor olha a economia com uma visão também social, humana”, conclui a diretora-presidente da AGN.

Para a governadora Fátima Bezerra, o programa possui papel emancipador atendendo pessoas de todas as regiões, sem distinção. “É uma obrigação do Governo que governa para todos e todas, mas olhando principalmente para aqueles que mais precisam. O Microcrédito é um exemplo disso, que financia os pequenos empreendedores que estão principalmente nas áreas de comércio e serviços”, destacou Fátima.

Microcrédito do Empreendedor

O programa oferece para o microempreendedor formal e informal o bônus de adimplência nos juros. Ou seja, quem pagar as parcelas do financiamento no programa Microcrédito em dia não paga juros.

Até o fim de agosto de 2019, o Programa já beneficiou cerca de 3.500 microempreendedores a partir de um investimento de mais de R$ 10 milhões em todas as regiões do Estado. Uma iniciativa que estimula a economia e promove a geração de emprego e renda nas cidades potiguares.


Deixe um Comentário