Brasil

Celso de Mello manda à PGR pedidos de apreensão de celular de Bolsonaro e Carlos

FOTO: EBC

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou para o procurador-geral da República, Augusto Aras, pedidos de depoimentos e busca e apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro e de seu filho Carlos feitos por partidos e parlamentares. Caberá ao procurador-geral analisar o caso e emitir seu parecer e entregá-lo ao ministro. Só então Celso de Mello poderá determinar ou não a busca e apreensão.

As ações fazem parte de três notícias-crimes apresentadas por políticos que pediram aprofundamento das apurações sobre a acusação feita pelo ex-ministro Sergio Moro de que Bolsonaro tentava interferir politicamente na Polícia Federal. A informação sobre a remessa dos pedidos à PGR foi revelada pelo G1.

O ministro afirma que é dever jurídico do Estado promover a apuração da “autoria e da materialidade dos fatos delituosos narrados por ‘qualquer pessoa do povo’” no despacho que enviou à Procuradoria-Geral da República.

Congresso em Foco


Comente aqui