Polícia

Caso não se entregue até as 14h deste sábado, João de Deus será considerado foragido

João de Deus durante atendimento em Abadiânia, em Goiás

JOÃO DE DEUS DURANTE ATENDIMENTO EM ABADIÂNIA, EM GOIÁS. (FOTO: DANIEL MARENCO/06.07.2018)

Caso João de Deus não se entregue até às 14 horas deste sábado, a Polícia Civil de Goiás passará a considerá-lo foragido da Justiça. A informação foi dada ao GLOBO às 21h40m desta sexta-feira pelo delegado geral da Polícia Civil de Goiás, André Fernandes.

— A partir das 14 horas de amanhã (sábado), caso ele não se entregue, vamos considerar que está havendo uma manobra da defesa. Continuamos atrás dele, inclusive com troca de turno de policias durante a madrugada.

Mais de 20 endereços ligados a João de Deus já foram alvo de buscas da Polícia Civil em Abadiânia, onde fica o centro espiritual comandado pelo médium, e em outras localidades no interior do estado. A prisão de João de Deus foi decretada pela Justiça na manhã desta sexta-feira.

O Ministério Público colheu mais de 300 denúncias de abuso sexual contra o médium desde que os primeiros relatos vieram à tona, na semana passada. As primeiras denúncias foram reveladas pelo GLOBO e pelo programa “Conversa com Bial”, da TV Globo.

Extra/Globo


Deixe um Comentário