Política

Câmara reserva três dias para a votação do impeachment de Dilma

(LULA MARQUES/ AGÊNCIA PT/FOTOS PÚBLICAS)

(LULA MARQUES/ AGÊNCIA PT/FOTOS PÚBLICAS)

A Mesa Diretora da Câmara reservou os dias  15,16 e 17 de abril para a votação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff no plenário. Antes disso, o processo deverá passar pela votação na comissão especial que está prevista para acontecer as 17 h da próxima segunda-feira (11).

A reserva de três dias se justifica por uma questão de tempo e espaço. São 25 partidos com representação na Câmara e pelo regimento, cada líder tem direito a uma hora de discurso ou de dividir o tempo entre cinco representantes da respectiva legenda. Além disso, pode haver inscrições para manifestações individuais de até cinco minutos por parlamentar. Acrescenta-se à conta cerca de 30 segundos para as declarações de voto em chamada nominal dos 513 deputados.

Fonte: Blog Dora Krames/Estadão

 


Deixe um Comentário