Sem categoria

Câmara Municipal discute revitalização do bairro da Ribeira

REUNIÃO DA COMISSÃO DE TURISMO DA CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL. (FOTO: ELPÍDIO JUNIOR)

A Comissão de Turismo da Câmara Municipal de Natal realizou uma reunião, na tarde desta terça-feira (21), para discutir a revitalização do bairro da Ribeira. O encontro contou com a presença de representantes do Poder Público e da iniciativa privada.
O vereador Paulinho Freire (PSDB), presidente da Comissão, lembrou que o debate é antigo. Ele defendeu mudanças verdadeiras para tornar o bairro uma localidade economicamente viável e com mais segurança. De acordo com ele, a Câmara cumpre o papel institucional de defender os interesses do povo ao levantar novamente o tema.
“É um debate muito antigo, desde que entrei na Câmara em 93, o debate já aflorava. É um debate muito conflitante. tanto que os moradores, os comerciantes e os operadores da cultura de do turismo nem acreditam mais. Nós estamos retomando esse debate exatamente para reascender e para trazer de volta esse debate para que o Poder Público possa abrir os olhos para aquela região para fazer uma revitalização de verdade”
O arquiteto Haroldo Maranhão, que possui projetos para o bairro e um dos defensores da revitalização da Ribeira, destacou a importância histórica, cultural e econômica do bairro para a cidade. Ele lembrou que a Ribeira integra o centro histórico de Natal, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
“Praticamente não foi feito nada por parte do poder Executivo municipal. A gente não pode abandonar um bairro histórico, como a Ribeira e a Cidade Alta, e deixar chegar a um patamar de degradação desses. Existe uma falta de cuidado. A Ribeira tem uma importância histórica e cultural muito grande para a nossa cidade. O que precisa é uma ação concreta. O centro histórico de Natal é tombado, o que valoriza ainda mais a importância”, disse.
Mesmo diante dessa importância, vários moradores, comerciantes e incentivadores dos movimentos culturais não acreditam na revitalização. Henrique Fontes, diretor artístico da Casa da Ribeira, argumentou esse sentimento é reflexo da morosidade do projeto, que o debate é antigo e que pouco foi feito na prática para que ele saísse do papel.
“Tudo o que acontece e aconteceu nesse período todo foi graças a iniciativa privada. Duvido muito que haja interesse do Executivo em destacar o potencial da Ribeira. Falo do potencial turístico, cultural e econômico. Se o Poder Público realmente tivesse interesse já teria sido ocupados pelo próprio Poder Público. Quem deveria dar o exemplo era o Município”, destacou ao enfatizar que, “culturalmente, a Ribeira nunca esteve tão viva”.
O vereador Felipe Alves (MDB), membro da Comissão, defendeu os debates lembrando que o próximo passo é conseguir desdobramentos que realmente promovam a revitalização do bairro.
“Nós temos de ter ações criativas que visem a revitalização da Ribeira. Essa não é a primeira discussão, mas é importante o trabalho que a Comissão está fazendo tenha desdobramentos e vamos atrás deles. Temos que buscar recursos federais, temos que pensar em incentivos fiscais nessa que é uma área privilegiada da nossa cidade”, disse.
Os vereadores Júlia Arruda (PDT), vice-presidente da Comissão, e Ary Gomes (PDT), também participaram da reunião. A Comissão de Turismo volta a se reunir em 15 dias com representantes da Prefeitura e mais representantes do Poder Público.


Deixe um Comentário