Economia

Cai índice de criação de novos negócios no Rio Grande do Norte

Segundo dados da Receita Federal, em 2016, Natal formalizou o maior número na criação de novos negócios na categoria MEI. Em um ano, o número de empresas enquadradas nesse segmento  passou de 26.969 para 31.357 negócios.
Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal, teve o segundo maior quantitativo de empresas abertas no período. Foram 1.363, chegando a 8.369 novos negócios registrados. As formalizações chegaram a 883 em Mossoró, totalizando 7.821 negócios, e a 236 empresas em Caicó, que hoje conta com 2.324 empreendimentos caracterizados como MEI.
A gerente da Unidade de Orientação Empresarial (UOE) do Sebrae-RN, Gilvanise Borba, atribui a queda à situação à crise econômica do país. “A queda é alta se considerar que são pessoas gostariam de abrir um negócio próprio e não o fazem por insegurança”. Por isso, analisa ela, estão retardando o momento de entraram no mercado como microempresários.
A redução da abertura de novos negócios também está relacionada à falta de preparação das pessoas, complementa Gilvanise Borba.  “As pessoas vão as shoppings e o comércio em geral e o que veem são lojas fechados”, explica a gerente. De acordo com ela, isso também adia o momento para se abrir um novo negócio (leia mais: http://novojornal.jor.br/economia/cai-indice-de-criacao-de-novos-negocios-no-rio-grande-do-norte).
 Fonte: Novo Jornal

Deixe um Comentário