Internacional

Brasileiros vão precisar de autorização de viagem para entrar em 26 países europeus a partir de 2021

O ETIAS NÃO É CHAMADO DE VISTO PELO PARLAMENTO EUROPEU, MAS DE “AUTORIZAÇÃO QUE OS VIAJANTES DEVEM PROCESSAR ELETRONICAMENTE AO FAZER SEUS PLANOS DE VIAGEM

A partir do final de 2021, brasileiros e pessoas de outras 14 nacionalidades da América Latina precisarão de uma autorização especial para entrar em 26 países da Europa. Trata-se do Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem (Etias, na sigla em inglês).

O Etias não é chamado de visto pelo parlamento europeu, mas de “autorização que os viajantes devem processar eletronicamente ao fazer seus planos de viagem para o chamado Espaço Schengen”. A nova medida não altera o trânsito livre, mas será um requisito obrigatório para entrar neste espaço. Segundo a UE, a medida é necessária devido a problemas envolvendo terrorismo e a crise migratória.

O formulário eletrônico pede dados como escolaridade, situação de emprego, países que deseja visitar na União Europeia e se tem parentes lá, além de um questionário de segurança. Será cobrada uma taxa de 7 euros (cerca de R$ 31) para quem tem mais de 18 anos – os menores de idade serão isentos desse pagamento.

Antes do embarque, as companhias aéreas e marítimas terão a obrigação de verificar se os cidadãos de países sujeitos a uma autorização possuem um Etias válido. A autorização será válida por três anos, mas será cancelada se o passaporte do candidato expirar.

Agora eu Voo


Deixe um Comentário