Saúde

Brasil deve ter mais de 600 mil novos casos de câncer por ano até 2022

O CÂNCER DE PELE NÃO MELANOMA DEVE CONTINUAR COM MAIOR INCIDÊNCIA. FOTO: ILUSTRAÇÃO/GETTY

O Brasil deve registrar cerca de 625 mil novos casos de câncer por ano de 2020 a 2020. A estimativa é do Instituto Nacional do Câncer (Inca), e foi divulgada nesta terça-feira, 4. Segundo o órgão, a população infantojuvenil deve concentrar quase 9 mil novos casos da doença no período.

De acordo com os dados da Estimativa de Incidência de Câncer no Brasil, o câncer de pele não melanoma deve continuar com maior incidência. A expectativa é de 177 mil novos caos por ano. Ele é seguido pelo câncer de mama e próstata, com 66 mil casos cada; cólon e reto, com 41 mil casos; traqueia, brônquio e pulmão, com 30 mil; e estômago, com 21 mil.

Os casos associados a condições socieconômicas desfavoráveis estão em declínio, segundo o relatório, mas algumas regiões seguem registrando ocorrências. Esse é o caso do câncer de colo de útero na região norte, que continua crescendo. Se retirarmos o câncer de pele não melanoma na estatística, ele fica atrás apenas do câncer de mama em incidência.

Estudos do Inca apontam que um a cada três casos de câncer poderiam ser evitados com a redução dos fatores de risco – tabagismo e obesidade, por exemplo. A mudança de rotina com a inclusão de atividades físicas no dia a dia, além do aumento dos cuidados com a exposição ao sol e a alimentação também podem ajudar a evitar a doença.

Jovem Pan


Deixe um Comentário