Geral

Brasil bate recorde de detenções com mais de 800 mil presos

A ESTATÍSTICA CONSIDERA PRESOS QUE JÁ FORAM CONDENADOS E OS QUE AINDA AGUARDAM JULGAMENTO. FOTO: REPRODUÇÃO/INTERNET

O Brasil tem 812.564 pessoas presas, e 42% delas ainda não foram julgadas. É o recorde registrado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que reúne há dois anos dados de tribunais de todo o país no Banco de Monitoramento de Prisões.

A estatística considera presos que já foram condenados e os que ainda aguardam julgamento — nesta categoria estão 337.126 pessoas, ou seja, 41,6% do total.

Não foram contabilizados os presos com tornozeleira eletrônica ou em regime aberto domiciliar. O número pode ser ainda maior, uma vez que os tribunais de São Paulo e Rio Grande do Sul ainda não informaram todos os números ao CNJ.

São Paulo é o campeão em número de detentos. O Rio Grande do Sul é o quarto na lista. Estados como Bahia, Distrito Federal, Goiás e Rio Grande do Norte dizem que o número de presos em carceragens varia dia a dia, mas que não é mais representativo.

Um levantamento realizado em abril deste ano, o número de detentos no RN era de 9.848 homens e mulheres encarcerados nas unidades prisionais do estado.


Deixe um Comentário