Brasil

Bolsonaro: mais grave que a pandemia foi “mesquinhez de governadores”

AO LADO DO PREFEITO DE APARECIDA (SP), LUIZ CARLOS SIQUEIRA, PRESIDENTE VOLTOU A CRITICAR O QUE CHAMA DE “POLÍTICA DO FECHA TUDO”. FOTO: DIVULGAÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (15/4) que, mais grave que a pandemia do coronavírus, “foi a mesquinhez de alguns governadores”, se referindo às medidas restritivas adotadas em vários estados e municípios do país. A Covid-19 já matou 362 mil pessoas no país.

A declaração foi feita durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, ao lado do prefeito de Aparecida (SP), Luiz Carlos Siqueira (Pode). Mais cedo, nesta quinta, o chefe do Executivo nacional participou da cerimônia de troca do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo.

“A gente pede a Deus que isso volte à normalidade o mais breve possível, porque só assim o Brasil pode realmente caminhar com suas pernas e voltar àquele Brasil tão sonhado por nós há pouco tempo – que teve esse problema da pandemia, mas, mais grave que a pandemia, foi a mesquinhez de alguns governadores pelo Brasil”, declarou o presidente.

Na transmissão, Bolsonaro também voltou a criticar o que chama de “política do fecha tudo” e afirmou que a cidade de Aparecida “sofreu um grande golpe”, afirmando que não se pode ficar “sem emprego e sem economia”.

Metrópoles


Comente aqui