Geral

Bolsonaro estuda privatizar BRs 101 e 304 no RN; com privatização pode ser cobrado pedágio nas rodovias

O GOVERNO FEDERAL PRETENDE TRANSFERIR 16 MIL QUILÔMETROS DE RODOVIAS FEDERAIS PARA A INICIATIVA PRIVADA POR MEIO DE CONCESSÕES

O Governo Federal publicou um decreto nesta quinta-feira, dia 15, que determina a realização de estudos sobre a viabilidade de privatizações em duas rodovias federais que cruzam o Rio Grande do Norte. Uma vez privatizadas, pedágios poderão ser cobrados nessas rodovias.

Assinado em 14 de agosto, o decreto “dispõe sobre a qualificação de empreendimentos dos setores portuário, aeroportuário, rodoviário, ferroviário e hidroviário no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI) e sua inclusão no Programa Nacional de Desestatização (PND).

Outras rodovias também entram na lista de Bolsonaro; esse é o caso do trecho da BR-230 entre João Pessoa e Campina Grande. Este trecho da BR-230 segue de João Pessoa até o entroncamento com a BR-104 e BR-408 em Campina Grande.

Ao todo, o Brasil possui 7.213 km de rodovias federais divididas em quinze lotes que atravessam treze estados. No mês de junho, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, havia afirmado que o Governo Federal pretende transferir 16 mil quilômetros de rodovias federais para a iniciativa privada por meio de concessões.


Deixe um Comentário