Política

Bolsonaro diz que deputado Hélio Lopes deu uma ‘queimadinha’ na gestação

METÁFORA DO PRESIDENTE ASSOCIA A GESTAÇÃO A UM FORNO; DECLARAÇÃO SOBRE HÉLIO ‘NEGÃO’ LOPES FOI DADA EM TRANSMISSÃO NAS REDES SOCIAIS. FOTO: DIVULGAÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) atribuiu a cor do deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), que é negro, ao tempo a mais que ele teria passado na barriga da mãe. Bolsonaro associou, por meio de uma metáfora, a gestação a um forno, e Hélio teria dado uma “queimadinha” ao demorar dez meses para nascer. A declaração, em tom de brincadeira, foi dada em uma transmissão nas redes sociais na quinta-feira, 20.

A conversa ocorria com a participação do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. Ele e o presidente falavam sobre a alimentação de soldados quando Bolsonaro chamou o deputado Hélio, que é militar, à conversa. “É isso mesmo, “Negão”? Dá um exemplo de cardápio do exército aí”. Veja a partir dos 12:55:

“O ‘negão’ é o Hélio, hein, meu irmão que demorou para nascer. Demorou dez meses para nascer. Deu uma queimadinha no Hélio aí… senão ele seria a minha cara”, disse o presidente, aos risos.

Hélio, que se elegeu para a Câmara dos Deputados em 2018 com o nome “Hélio Bolsonaro”, é amigo de longa data do Presidente da República. Figura constantemente vista ao lado do presidente, foi o deputado federal mais votado do Rio de Janeiro, com mais de 345 mil votos.

Subtenente do Exército na reserva, é conhecido como “Hélio Negão” no círculo próximo ao presidente. “Vamos acabar com essa divisão de classe! Somos todos iguais! Minha cor é o Brasil! A força do Brasil é a união do seu povo!”, afirmou quando comemorava sua vitória nas urnas.

Nas redes sociais, Hélio já se posicionou contra as cotas raciais nas universidades, dizendo-se apenas a favor de cotas sociais. O presidente Bolsonaro costuma usar sua amizade com Hélio para rebater as acusações de que é racista. 

O Globo



Deixe um Comentário