Brasil

Bolsonaro brinca em evento do Mercosul: “Não dá para dar um golpe não?”

O DIÁLOGO ACONTECEU APÓS BOLSONARO TER PASSADO O MARTELO A BENÍTEZ, NUM GESTO QUE MARCA A ENTREGA DA PRESIDÊNCIA DO BLOCO SUL-AMERICANO. FOTO: TV BRASIL

Em tom de brincadeira num áudio vazado, o presidente Jair Bolsonaro perguntou ao presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez: “Quero continuar a ser presidente [do Mercosul]. Não dá para dar um golpe não?” Bolsonaro riu e completou: “[…] tudo quando eles perdem, eles dizem que é golpe. Impressionante”. A gravação foi feita no encontro da 55ª Cúpula do Mercosul, nesta quinta-feira, 5.

Assista ao momento

O diálogo se deu após Bolsonaro ter passado o martelo a Benítez, num gesto que marca a entrega da presidência do bloco sul-americano. Além do paraguaio, também estava presente à mesa o presidente da Argentina, Mauricio Macri.

Macri deixa a presidência de seu país na semana seguinte. O vencedor da eleição argentina foi Alberto Fernández, que tem a ex-presidente Cristina Kirchner como sua vice. Bolsonaro já afirmou que não comparecerá à posse, que será realizada no próximo dia 10. Já Fernández comemorou nas redes sociais a saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da prisão.

O atual presidente Mauricio Macri, porém, é aliado de Bolsonaro na América do Sul. O brasileiro declarou apoio à reeleição do colega. Outro mandatário próximo de Bolsonaro é o paraguaio Abdo Benítez, com quem teve encontro bilateral antes da Cúpula do Mercosul.

Poder360


Comente aqui