Segurança

BBC Brasil afirma que RN é o estado mais violento do Brasil e pior lugar para ser jovem

RIO GRANDE DO NORTE SE TORNOU O ESTADO MAIS VIOLENTO DO PAÍS EM 2017, SEGUNDO O ATLAS DA VIOLÊNCIA. FOTO: DIVULGAÇÃO

Há um jovem morto deitado no banco de trás do carro. Foi assassinado com três tiros na cabeça. O veículo, um Palio roubado horas antes, saiu da pista e invadiu um matagal, como se o motorista tivesse perdido o controle da direção. A rua é de paralelepípedo e mal iluminada. Estamos na zona rural de São José de Mipibu, cidade a 31 km de Natal. “Esse aí, se tivesse 20 anos, era muito”, diz uma perita.

Já a delegada Andrea Oliveira, responsável pelo plantão noturno, afirma: “E eu achando que ninguém iria morrer essa noite…”. De fato, há dias em que ninguém é assassinado na Grande Natal, mas, momentos assim, de relativa paz, ainda são raros no Estado onde mais morrem jovens de forma violenta no Brasil, proporcionalmente.

Recentemente, o Rio Grande do Norte assumiu a posição de Estado mais violento do país. Em 2017, foram 62,8 mortes violentas por 100 mil habitantes, maior índice entre as unidades da federação. É também o local onde essa taxa mais cresceu entre 2006 e o ano retrasado – alta de 320%. Entre as pessoas de 15 a 29 anos, os jovens potiguares também são os que mais morrem em crimes violentos – 152 vítimas para cada 100 mil, crescimento de 482% desde 2006. Como comparação, em São Paulo esse índice é de 18 mortes por 100 mil.

Os dados são do Sistema Único de Saúde (SUS) e foram compilados pelo Atlas da Violência, publicação anual do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Nesse cenário, a polícia potiguar tenta acompanhar a produção em massa de assassinatos. Na noite em que a BBC News Brasil acompanhou uma equipe da delegacia especializada em resolução de homicídios, a região metropolitana de Natal produziu três novas vítimas – todas com menos de 30 anos.

No caso de São José de Mipibu, a morte parece um mistério nos primeiros minutos após o corpo ser encontrado no carro. Como ele foi parar ali? Por quê? Quem matou o jovem?

Enquanto os peritos reviram o veículo e examinam o corpo, a delegada Andrea Oliveira fica sabendo que o carro tinha sido roubado horas antes. “Parece que esse rapaz entrou em uma casa com um comparsa. Os dois roubaram a residência e levaram o carro”, relata.

“Será que, depois do assalto, os dois brigaram por causa dos pertences do roubo e um acabou matando o outro?”, questiona.

BBC Brasil


1 Comentário

  • Considero essa conclusão, imputada a BBC Brasil, de uma grandeza imensurável de IRRESPONSABILIDADE. Somente na análise desprovida de de conhecimento “in loco” da realidade social, pode explciar, nunca JUSTIFICAR, tal “veredicto”. O nosso Estado, apesar das dificuldades, AINDA É UM DOS MELHORES ESTADOS BRASILEIROS PARA SE VIVER. O resto, bem, o resto fica por cotna desses abestalhados que vivem semeando negatividades para garantir seus honorários junto aos ideológos marxistas, leninistas e esquedopatas de plantão. VIVA O RIO GRANDE DO NORTE QUE AMO DE CORAÇÃO e quem pensar o contrãrio, receba meu fraterno VAI TE LASCARRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

Deixe um Comentário