Cidades

Banco do Brasil deve fechar pelo menos três agências no RN, diz governo

BANCO ANUNCIOU REVISÃO DE ESTRUTURA E PROGRAMAS DE DESLIGAMENTO DE FUNCIONÁRIOS NO PAÍS NA ÚLTIMA SEGUNDA-FEIRA (11). FOTO: DIVULGAÇÃO

Após anunciar uma série de medidas de revisão de estrutura, além de dois programa de demissão voluntária de funcionários, o Banco do Brasil deverá fechar pelo menos três agências bancárias no primeiro semestre de 2021, no Rio Grande do Norte, de acordo com informações recebidas pelo governo do estado e pelo sindicato de bancários. Outras agências também deverão ser transformadas em pontos de atendimento no estado.

Uma reunião foi realizada pela governadora Fátima Bezerra (PT) com a superintendência estadual do banco, nesta terça-feira (12). Depois do encontro, o governo do estado anunciou que serão três agências fechadas no Rio Grande do Norte: em Natal, Parnamirim e Mossoró, além de um posto de serviço em Tangará.

Já o presidente do Sindicato dos Bancários no RN, Eduardo Xavier, afirmou que as agências em questão são a da avenida Amintas Barros (em Natal) a do bairro Cohabinal (em Parnamirim) e a Santa Luzia (em Mossoró). Além disso, o banco transformaria agências de Guamaré, Alto do Rodrigues e Jardim do Seridó em pontos de apoio e a de Acari em uma “Loja BB”.

O G1 entrou em contato com a assessoria do banco nesta quarta-feira (13) para questionar o número e quais agências passarão por modificação no estado, bem como o número de funcionários que poderão ser demitidos, mas a instituição respondeu apenas com os dados nacionais. Atualmente, o banco tem 1.269 funcionários no RN. “Esclarecemos que todos os clientes serão comunicados com antecedência”, informou.

G1RN


Comente aqui