Educação

Aulas da rede pública do RN serão exibidas pela TV Assembleia

FOTO: EDUARDO MAIA

A pandemia do Coronavírus tem alterado o cotidiano das pessoas e dos serviços públicos. Nesta terça-feira (7), gestores da educação e o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira (PSDB) assinaram convênio para exibição de aulas da rede pública de ensino através da TV Assembleia, no 51.3 canal aberto.

“O esforço precisa ser coletivo e por isso, o Legislativo também sugere alternativas para minimizar os efeitos do distanciamento social e calendário de aulas dos alunos do Rio Grande do Norte”, comenta o presidente Ezequiel.

A previsão é que já em abril, a programação da TV Assembleia passe a exibir diariamente aulas com carga horária correspondente a três horas, contemplando conteúdo educativo de alunos do Ensino Básico e Fundamental, da Rede Pública de Ensino.

O convênio – elaborado pela Procuradoria Geral da Assembleia e secretaria de Educação – foi assinado pela Assembleia Legislativa (através da Fundação Djalma Marinho), a Secretaria Estadual da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer, a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undine) e Sindicato das Escolas Particulares.

“A Tv Assembleia está pronta para exibir o material produzido pela Secretaria de Educação. Estamos todos juntos, apoiando esse momento tão difícil para todos”, destaca Bruno Giovani, gerente da Tv Assembleia.

A constatação de que o ano letivo está prejudicado pelo Coronavírus é uma das realidades para o secretário estadual de Educação, Getúlio Marques. Mas nem todas as esferas da pandemia são negativas. Para o secretário, a aproximação com os sindicatos das escolas estaduais, entidades, órgãos e poderes, como a Assembleia Legislativa representa um ganho para os próximos anos. “Estamos aprendendo a nos reinventar. A escola está sempre em movimento e os conteúdos educativos apresentados em novo formato, podem ser novas ferramentas para nós, gestores de educação. Agradecemos o empenho do presidente da Assembleia, Ezequiel em disponibilizar a tv aberta (de fácil acesso a maioria dos alunos) para facilitar o aprendizado e a continuidade das aulas na rede de ensino do RN”, garante.

Pelo prognóstico do gestor, serão beneficiados quase 1 milhão de alunos que estão estudando em casa. “Vamos combater o Coronavírus com distanciamento e reorganizar o ano letivo”, comenta.

Alexandre Marinho, presidente do Sindicato das Escolas Particulares, destaca que a união será fundamental para equilíbrio da educação. A preocupação com a interrupção, férias e até manutenção das aulas nas escolas particulares também foram temas comentados na reunião. “Temos questões como a inadimplência e o cancelamento de matrículas que ainda estão sendo pontos de reflexão. Além disso, a questão do recesso no período escolar e a possível volta coordenada das aulas (iniciando com a educação infantil) também nos deixa em alerta”, descreve Alexandre.

O presidente da Fundação Djalma Marinho, Júlio César Queiroz destaca que a cobertura do sinal da TV Assembleia está presente em 88% dos municípios do Rio Grande do Norte. “E estamos no processo de expansão do sinal da TV legislativa estadual, para atender a totalidade das regiões também no interior do Estado”, argumenta.

Preocupação também externada pelo presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação, Alexandre Soares. “Enaltecer a Assembleia pelo grande apoio, rapidez no processo e encaminhamento das demandas fundamentais para todos, como é a educação de crianças e jovens”, comenta.

Além da TV Assembleia, as aulas serão exibidas no site da ALRN e pelas redes sociais @assembleiarn em tempo real.



Deixe um Comentário