Internacional

Ataque suicida mata ao menos 10 no aeroporto de Istambul

TESTEMUNHAS FLAGRAM MALAS ABONDONADAS E CENÁRIOS DE CAOS NO AEROPORTO ATATÜRK. (REPRODUÇÃO)

TESTEMUNHAS FLAGRAM MALAS ABONDONADAS E CENÁRIOS DE CAOS NO AEROPORTO ATATÜRK. (REPRODUÇÃO)

Um ataque suicida no aeroporto de Ataturk, em Istambul, deixou pelo menos 10 mortos e dezenas de feridos, de acordo com o ministro da Justiça da Turquia, Bekir Bozdag. O aeroporto, o maior da cidade, fica na parte europeia de Istambul.

No Parlamento turco, Bozdag deu alguns detalhes sobre o atentado em discurso transmitido ao vivo pelas redes de rádio e televisão locais.

Segundo o ministro, um dos terroristas abriu fogo no terminal internacional e outro detonou os explosivos que carregava no próprio local, enquanto um terceiro homem-bomba se explodiu no estacionamento.

Embora o ministro tenha falado em três terroristas, várias testemunhas afirmaram que quatro homens cometeram o atentado.

Dezenas de ambulâncias foram ao local e, segundo a imprensa turca, taxistas também levaram feridos a hospitais. O Ministério do Interior organizou um centro de crise para monitorar a situação, e todos os voos foram cancelados.

“Estávamos no controle de passaportes. Ouvimos um tiroteio. Eram quatro pessoas e começaram a atirar nas pessoas. Então se explodiram”, disse à emissora CNN Turk a testemunha Mine Iyidinc.

Outra testemunha, Gozde Aydinoglu, também relatou os momentos de pânico que viveu. “Ouvi primeiro tiros, e então uma explosão. De novo tiros e gente correndo por todos os lados”, afirmou.

Ainda não se sabe se todos os terroristas que cometeram o atentado no aerporto foram mortos.

A Turquia tem sido alvo de diversos atentados recentemente, de autoria tanto do Estado Islâmico quanto de milícias curdas, grupos que são combatidos pelo governo turco.

No último dia 7, um atentado suicida com um carro-bomba contra um ônibus policial deixou 11 mortos e 36 feridos em Istambul. O ataque foi reivindicado pelos rebeldes curdos do TAK (Falcões da Liberdade do Curdistão).

Um outro ataque na zona comercial do centro de Istambul em 19 de março deixou cinco mortos e 36 feridos. Segundo o governo turco, o autor do atentado foi um homem com vínculos com o Estado Islâmico.

Uol


Deixe um Comentário