Esporte

Após ter postagens antigas criticadas, Joanna Maranhão pede desculpas

 NO SNAPCHAT, JOANNA MARANHÃO PEDE DESCULPAS POR POSTS ANTIGOS (FOTO: REPRODUÇÃO REDE SOCIAL)


NO SNAPCHAT, JOANNA MARANHÃO PEDE DESCULPAS POR POSTS ANTIGOS (FOTO: REPRODUÇÃO REDE SOCIAL)

Depois de prometer processar autores de ofensas nas redes sociais, a nadadora Joanna Maranhão segue no centro da polêmica sobre o tema. Na última terça-feira, emocionada, a atleta havia pedido respeito ao falar de comentários agressivos que tinha sofrido no fim de semana, depois de postar uma mensagem de agradecimento à torcida em seu perfil no Facebook. Nesta quarta, o assunto ganhou novos capítulos: usuários de redes sociais resgataram postagens antigas da nadadora em seu perfil no Twitter e passaram a confrontá-la.

Em textos postados há cerca de cinco anos, Joanna utilizou palavras como “vagabunda” para caracterizar mulheres e afirmou que a transgênero Ariadna, ex-participante do Big Brother Brasil, precisaria “nascer de novo” para parecer mulher. Nos comentários, feitos nas últimas horas, usuários da rede ironizaram as postagens:

– Temos que denunciar mesmo ofensas na internet – diz um dos textos.

– Mais uma que vai trancar a conta e falar que quem escreveu não foi ela… E se foi, ela mudou ou se redescobriu – afirma outro usuário.

Conectada, Joanna Maranhão não demorou a se manifestar a respeito da polêmica. Na manhã desta quarta-feira, ela postou um vídeo em sua conta do Snapchat em que pede desculpas a quem se sentiu ofendido pelo que chamou de “brincadeiras na internet” e diz que não é homofóbica .

– Eu entendi o quanto que uma brincadeira na internet pode magoar as pessoas. O pessoal foi atrás de uns tuítes antigos meus, em que eu fiz umas… Quem me conhece sabe que eu não sou uma pessoa homofóbica, pelo contrário, eu luto contra isso. Mas tem um tuíte meu antigo que falo que “Ariadna não vai ser mulher nunca”. Mas a verdade é que nem todo mundo me conhece, né? Então abre, sim, precedente, e sem querer posso ter magoado muitos transexuais que passam por situações difíceis – diz.

No vídeo, a nadadora destaca a diferença entre as brincadeiras que faz em sua intimidade, com a família, e aquilo que é postado em uma rede social.

– Uma coisa sou eu brincar dentro da minha casa com meu irmão e com minha mãe. Quando meu irmão fica doente eu falo assim “ah, ficou doente, porque é viado, se fosse hétero não ficava doente”. Outra bastante diferente é eu ir no Twitter falar isso. E aí as pessoas obviamente pegam, botam fora de contexto, e parece mesmo que sou uma pessoa homofóbica. Então eu quero pedir perdão a todo mundo da comunidade LGBT pela brincadeira que eu fiz no Twitter há um tempo atrás. Eu faço brincadeira o tempo todo, mas acho que essa foi uma brincadeira pesada – afirma.

A nadadora pernambucana encerrou sua participação na Olimpíada do Rio de Janeiro nesta terça-feira ao competir nos 200m borboleta. Com o tempo de 2m10s69 nas eliminatórias, ficou na 24ª colocação e não conseguiu vaga para a semifinal. Joanna competiu ainda nos 400m medley e nos 200m medley, provas nas quais chegou à semifinal.

Globoesporte.com


Comente aqui