Internacional

Após Google Earth revelar carro afundado, homem desaparecido há 22 anos é encontrado

OS RESTOS MORTAIS DE WILLIAM MOLDT FORAM ENCONTRADOS DENTRO DO CARRO SUBMERSO. FOTO: DIVULGAÇÃO/NATIONAL MISSING AND UNIDENTIFIED PERSONS SYSTEM

Nos EUA, os restos mortais de um homem desaparecido há mais de duas décadas foram encontrados dentro de um carro submerso em um lago. O feito contou com a ajuda do programa Google Earth. William Moldt foi dado como desaparecido em Lantana, na Flórida, em 7 de novembro de 1997, após passar a noite em uma boate. Na época, ele tinha 40 anos. Um inquérito sobre seu desaparecimento foi aberto, mas a investigação não avançou, e o caso acabou sendo encerrado.

Após 22 anos, em agosto deste ano, a polícia recebeu a denúncia de que havia um carro afundado em um lago em Moon Bay Circle, na Flórida. Quando retiraram o veículo da água, os restos mortais estavam dentro.

Submerso no lago, o carro estava bem calcificado devido ao tempo. Uma semana depois, foi confirmado que os mortais encontrados eram de Moldt.

Google Earth

A delegacia do condado de Palm Beach informou na quinta-feira, 12, que “um ex-morador de Grand Isles estava fazendo uma pesquisa no Google Earth, nessa região, quando notou o que parecia ser um veículo no lago”. A pessoa entrou em contato imediatamente com um ex-vizinho para contar o que achava ter visto dentro do lago, que ficava logo atrás da casa dele. “Surpreendentemente, o veículo estava claramente visível em uma foto de satélite do Google Earth da área desde 2007, mas aparentemente ninguém percebeu até 2019”, publicou o site do Charley Project, banco de dados online sobre casos não resolvidos nos EUA.

Diário de Pernambuco


Deixe um Comentário