CORONAVÍRUS

Após decreto municipal, grupos ligados à Direita protestam em Natal contra restrições impostas pelo Governo do RN

VESTIDOS TRADICIONALMENTE DE VERDE E AMARELO, MANIFESTANTES PROTESTAM CONTRA O ENDURECIMENTO DAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO DECRETADAS POR FÁTIMA. FOTO: DIVULGAÇÃO

Após o novo decreto publicado na noite desse sábado pelo prefeito Álvaro Dias, militantes ligados a movimentos de Direita começam a se concentrar, na manhã deste domingo, na esquina do Midway Mall para protestar contra o ‘toque de recolher’ e outras medidas mais rígidas decretadas na sexta-feira passada pela governadora Fátima Bezerra, na tentativa de combater o avanço da pandemia.

Segundo um dos manifestantes, Magayver, o fechamento do comércio, a exemplo de bares e restaurantes, é totalmente desnecessário, haja vista que os estabelecimentos seguem à risca todas as medidas sanitárias impostas em decretos passados. “Não é um toque de recolher, um lockdown ou o fechamento de bares que vai frear o avanço da pandemia. Basta que todos sigam as regras de prevenção, usem máscaras e respeitem o distanciamento sociail”, argumentou.

Na noite desse sábado, o prefeito de Natal decidiu não seguir o ‘toque de recolher’ decretado pelo Governo do RN. Com o apoio de vários prefeitos, Álvaro Dias publicou novo decreto, onde flexibiliza o funcionamento do comércio e serviços em geral, estabelecendo novos horários.

Ainda no sábado, a governadora Fátima percorreu alguns trechos na capital, junto com a Polícia Militar, para observar o cumprimento do decreto, que estabele ‘toque de recolher’ a partir das 20h de ontem e hoje em tempo integral.

FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER

2 Comentários

Comente aqui