Brasil

Após agressão, youtuber amiga de Bolsonaro, Karol Eller presta depoimento

KAROL ELLER FICOU COM O ROSTO DESFIGURADO APÓS AS AGRESSÕES. FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

youtuber bolsonarista Karol Eller registrou nessa terça-feira, 17, boletim de ocorrência de lesão corporal e injúria por preconceito na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. No último domingo, 15, a jovem estava com a namorada em um quiosque na orla da Barra e foi agredida fisicamente.

Trata-se de um caso típico de homofobia, sem ligação com a militância da vítima. De acordo com os depoimentos, os agressores chamavam a Karol o tempo todo de ‘sapatão’ e demonstravam claramente preconceito. Já requisitamos os exames de corpo de delito de todos os envolvidos e vamos fazer diligências para localizarmos câmeras que possam ter flagrado a confusão e possíveis testemunhas do fato”, explicou a delegada Adriana Belém, titular da 16ª DP, segundo a revista Época.

No domingo, de acordo com a policial civil Suellen Silva dos Santos, namorada de Karol, as duas conheceram um casal que estava acompanhado de um amigo -Alexandre da Silva, de 42 anos. Suellen afirmou que Alexandre disparou diversas ofensas e agrediu a companheira dela.

Em depoimento, Alexandre e o casal de amigos negaram as acusações. Alexandre falou que Karol estava “drogada”. Disse ainda que a briga teve início quando a youtuber deu um soco no rosto do colega e o agarrou, fazendo com que ambos caíssem no chão. Ele contou que a agrediu somente para se defender.

Não sou homofóbico, não aconteceu nada disso que ela está dizendo. Eu e minha família estamos sendo ameaçados na rua por uma mentira absurda que essa menina inventou. Tenho certeza que vamos provar que estamos falando a verdade”, disse à Época.

Com informações: Poder360


Deixe um Comentário