Brasil

Após 13 horas à deriva, médico potiguar é resgatado no Grande Recife

AMANTE DOS ESPORTES NÁUTICOS, ALAN E OUTROS MERGULHADORES FORAM SOCORRIDOS NO MAR. FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Final feliz para quatro mergulhadores, entre eles o médico potiguar Alan Filgueira. O grupo estava desaparecido no mar desde a tarde do domingo (6) e foram encontrados na madrugada desta segunda-feira (7), na Região Metropolitana do Recife. Eles ficaram cerca de 13 horas à deriva.

Os quatro homens saíram do Cabanga Iate Clube para realizar um mergulho técnico com o Rebreather, aparelho que possibilita que o mergulhador inspire novamente o gás expirado, no naufrágio Corveta Camaquã.

O naufrágio fica localizado a 22 milhas náuticas, o que equivale a aproximadamente 40 quilômetros da costa, na posição relativa à Coroa do Avião, no município de Itamaracá. Equipes da Marinha e o helicóptero do Corpo de Bombeiros participaram das buscas.

Entre os mergulhadores que saíram no catamarã Mandacaru, estava o cirurgião plástico Alan Filgueira, que é natural de Currais Novos e adepto ao mergulho. “À deriva, foram 13 horas solto, derivando em direção à praia. De mergulho, foram aproximadamente duas horas. A gente subiu por volta das 13h30”, contou nesta segunda.

Com informações do G1 Pernambuco


Deixe um Comentário